fbpx
 
Categories Style it

Entrevista de emprego

Postado em
Entrevista de emprego

Entrevista de emprego: como parecer profissional e autêntica?

Vai a uma entrevista de emprego e não sabe o que usar?

Antes de tudo deve entender o quanto a sua imagem é importante numa situação de cariz profissional, principalmente uma entrevista de emprego.

Quando entra na sala o primeiro aspecto que irão reparar em si é a sua imagem. Certamente que naqueles primeiros segundos, antes de ser ouvida já está a ser vista.

Já ouviu a expressão: “Diz-me o que vestes, dir-te-ei quem és.”?

Esta frase pretende, de uma forma muito simplista, demonstrar que a forma como se apresenta transmite uma mensagem. Consequentemente, neste contexto, é essencial que essa mensagem seja de competência, profissionalismo, confiança e empatia.

Existem dois grandes aspectos que deve considerar para que entenda melhor o que estou a dizer.

1. Primeira impressão: Mesmo sendo uma excelente profissional e com imensas aptidões para o cargo, se a primeira impressão que o entrevistador tem de si não for a melhor, é muito provável que tudo o que disser a seguir não seja tão bem interpretado quanto gostaria.

2. Memória fotográfica: Um entrevista de emprego pode demorar 15-30 minutos, mas o que vai ficar gravado na memória do entrevistador é a sua imagem. Assim, quando a pessoa responsável pela selecção estiver a analisar os dados da entrevista é essencial que a imagem que se lembra de si seja marcante pela positiva.

Agora que já entendeu a verdadeira importância que a sua imagem vai ter nesta situação, está na altura de falarmos de dicas e sugestões concretas.

rita completo - consultoria de imagem - blog - entrevista de emprego - Look1: fato azul escuro com blusa rosa clara - Look2: saia midi preta e branca com blusa branca e casaco bege - Look3: calças pretas com blusa branca e blazer branco

Entrevista de emprego: aspectos a considerar

. Perceber que tipo de empresa e cargo a que se candidata: A imagem deve estar alinhada com as suas competências, o cargo a que se candidata e as características da empresa. Cada caso é um caso… Não deve ir a uma entrevista de emprego para designer criativa vestida como uma gerente de banco, por exemplo.

. O visual final deve ser um equilíbrio entre a sua personalidade e o que esperam de si: Existem alguns cuidados a ter para que o visual seja suficientemente sóbrio e profissional, mas não deve fugir completamente à sua personalidade… Corre o risco de não parecer autêntica e assim torna-se mais complicado de gerar empatia.

. É necessário estar bem vestida e bem arranjada: O look final não é só a escolha da roupa… O cabelo deve estar bem penteado, a maquilhagem deve ser discreta, as unhas devem estar limpas e cuidadas.

. Evitar roupa desconfortável: Se não tiver minimamente confortável isso vai-se notar na sua expressão e talvez até transmitir uma ideia errada.

. As peças de roupa devem ser certas para si: Mesmo escolhendo básicos adequados, prefira modelos que favorecem a sua silhueta. Por exemplo, umas calças pretas são uma opção fenomenal, no entanto, se escolher um modelo que não lhe fica bem, o resultado não é elegante como se pretende.

. Moda não entra: Aposte em peças básicas e intemporais e deixe as últimas tendências de moda para outra ocasião. Aquele macacão leopardo pode ficar-lhe a matar, mas não é adequado nesta situação.

. Detalhes contam: Leve sempre um relógio. Vai mostrar que se preocupa com a sua pontualidade.

rita completo - consultoria de imagem - blog - entrevista de emprego - Look1: saia bege com blusa branca e blazer branco - Look2: calças rosa com blusa branca e casaco de malha branco - Look3: calças brancas com blusa azul

Entrevista de emprego: a evitar

Para que nada corra mal, existem aspectos a evitar a todo o custo!

. Decotes pronunciados (nunca abaixo da linha das axilas)

. Bijuteria muito colorida ou barulhenta (vai distrair e pode mesmo irritar o entrevistador)

. Saia muito curta (tamanho pelo joelho é o indicado)

. Roupa interior à mostra ou perceptível por baixo da roupa

. Roupa transparente

. Peças de roupa rasgadas (está na moda, mas não é profissional, seja em que emprego for)

. Peças desportivas ou muito casuais (por exemplo, jeans, leggings, ténis)

. Óculos de sol na cabeça

. Roupa com aspeto já muito usado e gasto

. Sandálias abertas ou chinelos

. Malas e sapatos que não sejam de pele (ou imitação com boa aparência)

. Saltos demasiado altos

Pronta para arrasar?! 😉

Um beijinho,
Rita C.

Quer saber como criar um guarda-roupa funcional e rentabilizar cada peça ao máximo?


Pode ver a origem das fotos em: https://www.pinterest.pt/consultoriadeim/style-it/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.